Apresentação do livro "Olhares de Saudade"

Apresentação do livro "Olhares de Saudade" de Arlete Louro e João Furtado


Fotos:

View the embedded image gallery online at:
http://alpiarca.pt/bma/index.php/componentes/componente-favoritos/atividades/2017/232-apresentacao-do-livro-olhares-de-saudade?tmpl=component&print=1&page=#sigFreeIdebd648f28c

 


Sinopse:

 


Na continuação do primeiro volume de Olhares de Saudade – saga de emigrantes cabo-verdianos que das suas ilhas vêm para Portugal e aí se encontram e misturam as suas vidas e culturas, com os emigrantes portugueses, que ou dão o salto para França, ou preferem partir para as grandes cidades, para trabalhar na indústria e construção civil na década de setenta do século passado – apresentamos este segundo volume, onde os dramas se adensam e envolvem a descendência dos casamentos e relações estabelecidas ao longo do primeiro volume, onde as diferenças raciais, culturais e entre gerações, deram origem a segredos e tramas criminosas, que se revelam em mares de lágrimas e banhos de sangue.
 
Recordamos que Geremias e Jeremias, os nossos heróis, naturais da Ilha de Santiago em Cabo Verde, são primos, filhos de duas irmãs casadas com dois irmãos. O parentesco que os une é semelhante a irmãos de sangue e assim são conhecidos na Amadora, onde começam a sua ascensão na construção civil, à época em grande crescimento. Mas se Jeremias emigrou ainda adolescente, antes do 25 de Abril e da independência de Cabo Verde, já Geremias que trabalhava como condutor de Hiace na sua ilha, não teve a mesma sorte. Necessitou de que enfrentar as burocracias, os falsários, a sua própria ingenuidade e só à terceira tentativa conseguiu os seus intentos.
 
Ambos deixaram a família atrás, pais que viviam do parco sustento da terra seca e estéril, mães que viviam para receber os telefonemas dos filhos da emigração, namoradas e noivas que passavam a sua mocidade á espera do casamento prometido com o seu emigrante que longe ganhava a vida e fazia de tudo para enriquecer. Uns – poucos – conseguiam, outros viviam os dramas da vida longe da sua terra natal. Mas a par da burocracia dos papéis para se legalizaram, do preconceito contra a cor e cultura diferentes, tinham que lutar contra a saudade e a solidão. Umas vezes venciam a batalha, outras vezes perdiam e os instintos eram mais fortes e vencedores.
 
Também os migrantes portugueses, que vítimas de preconceitos e lutas entre gerações tiveram que deixar as suas aldeias agora nas cidades onde viviam -   Amadora e Paris - enfrentavam a luta pela sobrevivência, estabeleciam novas relações, eram vítimas de traições e mentiras, e enredados sem saber como, em esquemas criminosos
.
Neste segundo volume, continuam a desenrolar-se as ações passadas no primeiro, mas os locais entendem-se ao Brasil, onde os filhos vão estudar e se encontram e amam, sem saberem do parentesco que os une, e também a Angola, para onde Jeremias entretanto mudou os negócios da sua construtora, em conjunto com a mãe do seu filho – que chamava pai a outro - enquanto a esposa legítima, desespera em Cabo Verde, esperando notícias de uma filha que não pode assumir, e estéril no casamento, espera a gravidez que não chega.
 
Confusos? É natural…o melhor é comprarem o volume II de Olhares de Saudade, e se não tiverem o volume I, podem adquiri-lo com os autores, ou através da Livraria virtual Amazon, na Internet, aqui: https://www.amazon.com/Olhares-Saudade-Arlete-Piedade-Louro/dp/9899563544
 
Este projeto nasceu do sonho de dois escritores amigos, que através da Internet, sem se conhecerem, um – João Furtado – em Cabo Verde na Praia – outra – Arlete Piedade Louro, em Alpiarça - Santarém - Portugal, quiseram através das suas personagens, dar a conhecer ao mundo, os costumes, tradições e culturas dos seus povos, que embora diferentes, têm raízes comuns, as raízes do Portugal de antanho, que da face da Europa olhava o mar e as terras longínquas de África, da América e do Oriente, e escutava o chamado desses povos irmãos e o apelo do oceano. Então partiram…e nunca mais deixaram de partir, espalhando por todo o mundo, o sentimento e o modo de vida deste cantinho pequeno em tamanho, mas enorme em legados ao mundo.
 
Mas quando acabarem de ler este segundo volume, que termina com um casamento no convento de Santa Clara em Santarém, marcado pela tragédia durante a boda numa rica e antiga herdade produtora de vinhos da lezíria ribatejana, vão querer mais…e irão ter…o volume III, em data a anunciar. Até lá…
 
 

 
Biografia Arlete Louro

Arlete Piedade Louro nasceu em Canal concelho e distrito de Santarém em 1956.

Reside desde Fevereiro de 2017 em Alpiarça, para onde se mudou com o seu segundo marido devido a sua irmã residir nesta vila onde constituiu família, desde há mais de trinta anos e para sua mãe idosa, vir residir com as filhas.
 
Foi funcionária de uma seguradora e empresária, encontrando-se atualmente reformada. Começou a escrever em 2003, em poesia e prosa (contos, crónicas, entrevistas e artigos), e foi também divulgadora cultural, tendo sido uma das fundadoras da U.L.L.A.-União Lusófona das Letras e das Artes, da qual foi Vice-Presidente. Foi colaboradora do jornal virtual, (hoje extinto), Jornal e Rádio Raizonline do qual foi chefe de redação e apresentadora, tendo realizado e apresentado os programas Falar Poesia (poesia gravada e música) e Arlete Convida (entrevistas), nos quais divulgava poemas e entrevistava escritores, poetas e músicos de Portugal, Brasil, e comunidades portuguesas no mundo. Tem poemas seus publicados no Facebook nas suas páginas e grupos, em vários sites de literatura em Portugal Brasil e Argentina, tais como Confrades da Poesia, Horizontes da Poesia, Recanto das Letras, Pensador, Poetas do Amor e da Paz, Poetas del Mundo, Atina Argentina bem como no seu blog pessoal Madura Liberdade. https://maduraliberdade.blogspot.pt/ 
 
É representante em Portugal da Associação Internacional de Poetas, com sede no Brasil.  
 
Obras próprias publicadas:
 
- Sonetos da Fada das Letras (poesia) (esgotado);
- O Princípe de Ofiúco (Fição Científica) (esgotado); 
- Olhares de Saudade – volume I e II - romance sobre emigração em parceria com o escritor cabo-verdeano João Furtado. 
- Era no Tempo de...Crónicas de Outras Épocas (crónicas).
 
Participação em antologias:
 
- Antologia Dois Povos-Um Destino (Brasil)
- Convergentes (Brasil), Poetas de Santarém, (Portugal)
- 3ª Coletânea Poética do Guará (Brasil)
- Antologia Internacional Espaço do Poeta (Brasil)
- Horizontes da Poesia-II, IV e VIII  
- Coletâneas de Poesia (Portugal)
- Ei-los que Partem – Coletânea de Partidas (Portugal)
- Poemário 2015 (Portugal)
- Brasil e Portugal – Elos Poéticos (Brasil)
- Sensações Facebook (Brasil)
- Mar de Palavras – 3º Antologia Poética (Portugal)
- Antologias da U.L.L.A: de Natal, dos Pais, do Amor, do Silêncio da Saudade
- Antologia Os Amigos e Tema Livre.
 
Prémios concedidos:
 
- 5º Lugar no 4º Concurso Artístico Histórias de Natal com o conto A Chegada
- Menção Honrosa Poema Quisera no III Concurso de Poesia Editora Guemanisse
- 3º Lugar Poema Era Uma Vez no Concurso Escrevendo e Revivendo da Editora Litteris do Rio de Janeiro - Brasil
- Menção Honrosa Poema Amizade Concurso Cultural Brasil Casual Edição 2013 - Publicado na Antologia Poética (Uni)Versos.
 

Biografia João Furtado

João Pereira Correia Furtado (João Furtado) nasceu a 29 de Novembro de 1958, na Ilha do Príncipe, S. Tomé e Príncipe, residindo em Praia - Cabo Verde.
 
Filho de pai Cabo-Verdiano e mãe Guineense. Nasceu e cresceu na comunidade emigrante Cabo-verdiano em S. Tomé e Príncipe o que o identifica com Cabo Verde.  
 
Tem várias formações profissionais de Meteorologia e de Companhia aérea, sendo estas, formações comerciais. 
 
Escreve como passatempo e quando tem vontade, afirma não ser poeta nem escritor.
Participa com contos, poemas e crónicas em vários jornais tradicionais e digitais: RAIZONLINE, CONFRADES DA POESIA, CÁ ESTAMOS NÓS e outros.  
 
É membro da U.L.L.A – Associação Lusófona das Letras e das Artes, da SOCA – Sociedade Caboverdeana de Autores e do Movimento Poetas Del Mundo.
 
Participou nas várias Antologias em Portugal e no Brasil:
 
1) ANTOLOGIA DO AMOR da U.L.L.A.
2) ANTOLOGIA DO SILENCIO da U.L.LA.
3) ANTOLOGIA TEMA LIVRE DA U.L.L.A.
4) PRIMEIRA ANTOLOGIA DOS POETAS DEL MUNDO
 
Autor de: 
 
1) A ARVORE DE FRUTA-PÃO E OUTROS CONTOS – Contos – Editora Temas Originais.
2) A TERRA E A GUERRA PELA PAZ – VOL I – Poemas – EDIUM EDITORA!
3) A TERRA E A GUERRA PELA PAZ – VOL II – Poemas – EDIUM EDITORA
4) SÃ LOUCURA – CRÓNICAS SOLTAS - ULLA Edições
5) O PRESENTE E OUTROS CONTOS – ULLA Edições
 
Coautor de:
 
1) OLHARES DE SAUDADE – Vol. I e II Romance em parceria com a poetisa e escritora ARLETE PIEDADE- ULLA Edições
2) A TERRA E A GUERRA PELA PAZ – VOL III – Poemas em parceria com Gilberto Lima -ULLA Edições
 
Tem outras obras por publicar e vários trabalhos publicados em vários blogues e sítios.
 
Criou o seu próprio blogue, http://joaopcfurtado.blogspot.com, com mais de 16000 visitas. 

 

 
Visitas: 4104