Gratis Joomla Templates by Hostmonster Coupon

Apresentação do livro "Quando o Coração Não Perdoa" de Ana Rita Correia

    - Dia 28 de setembro, sábado, pelas 18h00, à conversa com a autora.

A Ana Rita disponibiliza para leitura/empréstimo alguns exemplares do livro na Biblioteca Municipal, oferecendo aos leitores a possibilidade de conhecerem a obra e sobre ela partirem à conversa no dia 28 de setembro.




 



Sinopse:
 
Em criança, Eva tinha um desejo; não ser filha única. Queria um irmão ou uma irmã com quem brincar. Na verdade, Eva implorava aos pais – em palavras dela – “Eu quero um mano nem que seja de barro ou da loja dos trezentos!” Durante anos, era tudo o que ela mais queria, até que numa noite fria de Inverno soube que a mãe estava grávida. Naquele momento Eva não precisava de mais nada, iria ter o seu pedido atendido, finalmente! Mas a vida raramente é o que esperamos, existe sempre outros planos reservados para cada um de nós e por muito que isso nos custe, por muito que doa, temos de seguir em frente e aprender a perdoar, mesmo que isso seja tudo o que o nosso coração não quer. Sobretudo, temos de aprender a perdoar a nós mesmos e agradecer a Deus pelas suas escolhas, até mesmo quando essas escolhas que Ele faz nos destroem por dentro. Porque por muito tempo que passe, há coisas que o coração não perdoa. Para todas as mães que já perderam um filho e para todas as pessoas que já perderam um irmão ou uma irmã.



BookTrailer:


 


Mail e redes sociais:
 
Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
 
 
Instagram: @aritacorreia.writer

Biografia:
 
Ana Rita Correia nasceu no coração do Ribatejo, Santarém, a 13 de Maio de 1993. Aos 14 anos de idade descobriu que a leitura lhe proporcionava um escape para uma dimensão diferente, fazendo-a esquecer o que a rodeava. Fã incondicional de Nicholas Sparks, depressa decidiu que queria contar histórias. Queria escrever livros.
 
Dez anos depois, os cadernos de capa preta com as pequenas histórias que escrevia, deram lugar a livros impressos.
 
Continua a mesma leitora compulsiva, sobretudo para escapar ao stress do dia-a-dia da sua profissão como Designer de Interiores e Exteriores.
 
 
 
 
 
Visitas: 618