Gratis Joomla Templates by Hostmonster Coupon

Comunidade Leitores – O Pêndulo de Foucault

25 JUNHO | Visita ao Convento de Cristo e à Mata dos Sete Montes - Tomar
 
Esta será o último Encontro da nossa Comunidade de Leitores, época de 2021/2022.
 
Como já fizemos noutras ocasiões, nesta nossa Viagem (sempre) Inacabada à volta das nossas leituras, iremos visitar locais onde decorreu parte da narrativa do livro "Pêndulo de Foucault", de Umberto Eco. Como é sabido, Umberto Eco escreveu parte da obra em Tomar, e é dessa comunhão entre os monumentos e espaços históricos, a escrita do autor, cruzada com as nossas leituras, que pretendemos usufruir. 
 
Viagem de autocarro a Tomar é gratuita e aberta a toda a comunidade alpiarcense.
As entradas nos locais a visitar e o almoço, fica ao encargo dos visitantes. 
 
Partida da Biblioteca Municipal de Alpiarça pelas 10h00.
 
Inscrições limitadas.
 
Inscreva-se na Biblioteca Municipal, pelo telefone 243 559 110  ou aqui
 
 

 
A Comunidade de leitores da Biblioteca Municipal de Alpiarça pretende promover e consolidar os hábitos de leitura junto da comunidade alpiarcense, oferecendo um espaço/momento de convívio entre aqueles que gostam do livro e da leitura, em que possam partilhar as suas experiências como leitores. Que este constitua um bom momento de conversa, informal, na (re)descoberta de determinado texto ou tema proposto para debate. Que o olhar do outro sirva de contraponto, seja um outro olhar, que ofereça ao grupo a oportunidade de partilha de opiniões e de afetos, que crie e fortaleça o sentimento de pertença a esta Comunidade de Leitores que tem na cultura, no livro e na leitura uma paixão comum.
 
 

 
Pêndulo de Foucault", de Umberto Eco
 
Três colaboradores de uma editora de Milão, após leitura intensiva de manuscritos sobre o esoterismo e o oculto, entrevêem algo grandioso que retoma a história antiga de um segredo dos Templários. E propõem-se desvendar um Plano secreto para dominar o mundo, trazendo à luz do dia um segredo enterrado há séculos, desde a extinção da Ordem dos Templários. Mergulham numa investigação profunda, que os leva a estabelecer conexões especulativas e a tecer laços entre o que racionalmente se combina e o que apaixonadamente se associa sem reservas.
 
Ao princípio, tudo se resumia a um jogo estimulante. Mas depois tudo leva a crer que estão prestes a descobrir algo realmente importante, de tal modo que as suas próprias vidas ficam em risco. 
 

O receio de que o «jogo» tenha escapado ao seu controlo junta-se a uma desesperada busca da verdade. Num mundo em que tudo se liga a tudo e em que cada um vê o que quer, o desafio de encontrar a verdade não podia ser mais estimulante. Ao enredo juntam-se diversas teorias e crenças religiosas. Terão sobrevivido os cavaleiros detentores do Plano? Conseguirão Belbo, Diotallevi e Casaubon desvendar o «Plano» dos Templários? Pela mão de um reconhecido mestre, um livro imperdível, que reúne trama histórica, aventura e suspense, num romance com ironia quanto baste, conspiração ao mais alto nível e mistério no seu melhor.

 In: Fnac 





No passado sábado, dia 25 de junho, retomámos os nossos passeios literários, desta feita a Tomar, a esta bela e enigmática cidade Templária. Tendo como pano de fundo o romance histórico "O Pêndulo de Foucault" de Umberto Eco, tivemos a oportunidade de  visitar momentos e espaços que evocam a presença dos Cavaleiros da Ordem do Templo, após a sua extinção, dos Cavaleiros da Ordem de Cristo. Contámos com a preciosa colaboração da nossa amiga e leitora, Eng.ª Marta Mira, conhecedora de Tomar, muito especialmente da Mata dos Sete Montes. Elaborou um guião para este passeio e o texto que se segue foi baseado numa sua publicação. Muito obrigado Marta!
Iniciámos a visita na Igreja de Santa Maria do Olival, onde se destaca a sua bonita fachada gótica, que remonta ao princípio da nacionalidade. É lá que se encontram os restos mortais de Gualdim Pais e dos restantes 9 cavaleiros da Ordem do Templo. Depois, na Mata dos Sete Montes (ou da Cerca do Convento), no seu famoso jardim de buxo de inspiração francesa, no espaço de merendas, fizemos uma pausa para o almoço. Seguidamente, visitámos a Avenida dos Freixos e a Charolinha. Locais muito aprazíveis no seio da natureza.  
Finalizámos com o Convento de Cristo. Da Charola, aos Claustros, à Janela Manuelina, aos dormitórios, às cisternas, às cozinhas,  entre outros espaços visitáveis, ficámos rendidos à sua magnitude, espiritualidade e beleza. Espaços estes que se encontram parcialmente descritos na obra de Umberto Eco, que esteve em Tomar para melhor sentir o espírito desta importante cidade Templária. 
Foi um belo passeio. Além da leitura do livro, recomendamos vivamente uma visita a Tomar, cidade Templária por excelência, ao Convento de Cristo e à sua envolvente.

 
Visitas: 148