Gratis Joomla Templates by Hostmonster Coupon

Comunidade de Leitores - "Naufrágio"

Dia 24 de fevereiro | 17h30
 
Naufrágio, de João Tordo, é um corajoso romance sobre o amor e as relações entre os sexos, uma reflexão sobre a memória e a culpa, em que a dimensão de liberdade e autodeterminação da mulher é-nos revelada através desta excelente obra, ficcionada, mas que nos transporta a uma realidade que só muito recentemente foi posta a nu. 
 
João Tordo concedeu-nos o privilégio de estar à conversa connosco no próximo dia 24 de fevereiro, no encontro da Comunidade de Leitores, que decorrerá pelas 17h30.
 
Junte-se a nós e boas leituras!
 
Encontros 2023/2024: Outubro | Novembro | Janeiro

 

 
O novo romance de João Tordo conta-nos a história de um homem à deriva, enredado nos seus fantasmas e obrigado a enfrentar a mais terrível das acusações.
 
Aos sessenta anos, o romancista Jaime Toledo enfrenta vários problemas. Não escreve há uma década, foi diagnosticado com cancro e, de repente, dá por si no epicentro de um escândalo. Escritor de renome em Portugal, a polémica lança-o para o abismo - sem carreira, sem dinheiro e sem casa, com os livros a ganhar pó nos armazéns, depois de banidos pela sua editora, toma uma decisão radical: deixar tudo para trás e mudar-se para um barco decrépito, fundeado nas docas de Lisboa. É no Narcisse - um minúsculo «barco mágico» -, na companhia de uma velha guitarra e de um cão chamado Sozinho, que Jaime procurará devolver o sentido à sua vida, reconciliando-se com o passado: as relações conturbadas com as mulheres, o abandono da escrita, a culpa que o corrói.
 
Até que, um dia, a aparição de uma figura do passado mudará tudo, desviando a narrativa para um lugar inesperado. Estará nas mãos de Jaime decidir se este naufrágio é o fim ou um caminho para algo novo.
 
Naufrágio é um corajoso romance sobre o amor e as relações entre os sexos, uma reflexão sobre a memória e a culpa, e as linhas difusas que definem as fronteiras pessoais, sociais e morais. Através de Jaime Toledo, João Tordo traça o perfil de um homem em busca da redenção possível, num mundo mais rápido a julgar do que a refletir, e onde é mais fácil condenar do que estender a mão.

Biografia

João Tordo
 
João Tordo nasceu em Lisboa em 1975.
É autor de vinte livros, divididos entre o romance, o policial e o ensaio.
 
Venceu o Prémio Literário José Saramago em 2009, com o romance As três vidas, e o Prémio Literário Fernando Namora em 2021, com Felicidade.
Foi ainda finalista do Prémio Literário Europeu, do Prémio P.E.N. Clube, do Prémio Oceanos, do Grande Prémio de Romance e Novela APE e do Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores, entre outros.
 
Toda a obra de João Tordo está publicada na Companhia das Letras.
 
Os seus livros estão editados em vários países, incluindo França, Itália, Alemanha, Brasil, Hungria, Espanha, Argentina, México e Uruguai.
 

In Wook


O Encontro:

 
Em vídeo conferência com o autor João Tordo.
 
Por motivos de força maior João Tordo não pode estar entre nós, presencialmente, conforme estava previsto para este encontro da Comunidade de Leitores. Apesar de necessariamente diferente, tivemos uma excelente conversa com João Tordo à volta da sua vida e obra.
 
O processo criativo na arte da escrita, o que transporta da sua existência para a obra, da família, da infância, dos amigos, dos amores, da música...da realidade à escrita, à ficção. Com especial enfoque no seu livro “Naufrágio” falámos, inevitavelmente, de liberdade, da mulher, do homem, da humanidade, na generalidade. Trocámos pontos de vista, cruzamos esta com outras leituras de “Felicidade”, de “Uma Valsa com a Morte”... Percebemos que o escritor traça o seu caminho, cabe-nos a nós, no prazer da leitura, encontrar significados escondidos entre linhas, as nuances que nos convidam a refletir sobre a nossa própria história, sobre a nossa própria vida, enfim, de tudo que nos rodeia. 
 
Termina-nos este encontro com o habitual beberete.
 
Muito obrigado João Tordo pela sua disponibilidade em estar connosco, desejamos-lhe as rápidas melhoras, que continue a sua excelente obra, que continue a surpreender-nos!


 

 

Visitas: 272